Música Sacra e Nova Evangelização

Música Sacra e Nova Evangelização

Música sacra e nova evangelização

Ainda que possa parecer estranho para nós, a Música Sacra e Nova Evangelização tem muito mais em comum do que pensamos, segundo Dom Stanislaw Gadecki, Arcebispo de Poznan, na Polónia. Será que não está na hora de recuperarmos a beleza litúrgica no canto, dando espaço ao gregoriano e a polifonia como pede a Igreja?

Notícia originalmente publicada pela Gaudium Press.

Dom Stanislaw Gadecki, Arcebispo de Poznan, na Polônia, fez uma homilia para destacar a importância da música sacra na liturgia da Igreja, por ocasião da conclusão da manutenção do órgão da igreja de Santo Antônio de Pádua, naquela cidade. O prelado indicou em sua homilia que a música sacra é “a resposta do homem que descobre sua salvação”, informou a agência KAI.

Por esta razão o Arcebispo fez um convite para olhar com atenção a beleza da música litúrgica, a fim de contribuir para a dignidade da celebração e sua função de elevar o espírito. Para isto, o prelado pediu para evitar “o que chamamos de populismo na liturgia, isto é, uma música ligeira, fácil”. Dom Gadecki recomendou não ceder diante da impregnação da “linguagem da banalidade” e não introduzir na liturgia “as regras da cultura de massa”. Para o Arcebispo “não há nada de mau” com a música não-litúrgica, mas recordou que essas manifestações culturais “operam fora da liturgia”.O homem é “participante na liturgia terrena, que é um acompanhamento alegre, em todas as nações, da contínua liturgia celestial em forma do canto dos anjos”, descreveu o Arcebispo. Ele também acrescentou que para a Igreja é muito importante a participação ativa dos fiéis na liturgia, e a música sacra cumpre um papel importante para este fim. “A música é uma grande introdução para a Evangelização porque prepara nossos corações para a grande mensagem do Evangelho, promove a concentração na busca do absoluto, o que necessita a alma humana”, indicou Dom Gadecki.

Em referência ao órgão tubular, cujos trabalhos de manutenção foram concluídos recentemente, o prelado recordou que este instrumento tem um lugar de destaque no culto divino da Igreja Católica. Destacou a ajuda que a música do órgão representa para a meditação cristã e recomendou que todos os templos possam contar com um destes instrumentos, sendo o órgão eletrônico uma admissível possibilidade transitória para cumprir esta função.

O órgão tubular da Igreja de Santo Antônio de Pádua em Poznan foi instalado no templo de 1959 a 1963, e suas peças são provenientes de duas igrejas em ruínas da Polônia ocidental. A restauração do instrumento incluiu sua desmontagem completa, manutenção e modernização de algumas de suas partes. (GPE/EPC)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...