Quem somos

Logo Academia pequeni

A Academia Internacional de Estudos Litúrgicos São Gregório Magno, fundada em 19 de abril de 2013, tem por finalidade colocar em ação os princípios propostos pelo Manifesto pelo Novo Movimento Litúrgico. Ela define-se em sua Constituição:

§2 – A Academia Internacional de Estudos Litúrgicos “São Gregório Magno” funda-se em consequência do pontificado do papa Bento XVI que teve como uma de suas metas a insistência da Liturgia estar não apenas no lugar certo na vida dos fiéis, ou seja, ser seu centro, mas também ter o seu foco corrigido, tirando a ação humana e levando os olhos e os corações para Deus. Assim, também esta é uma homenagem que prestamos a este grande papa e que pretende, na medida do que podemos como leigos e sacerdotes, expandir seus exemplos.

Igualmente, ela cria-se como departamento dentro da Militia Sanctae Mariae – Cavaleiros de Nossa Senhora, como também expressa sua Constituição.

§3 – A Academia Internacional de Estudos Litúrgicos “São Gregório Magno” é criada como departamento da Militia Sanctae Mariae – Cavaleiros de Santa Maria, Província de Portugal, da qual dependem Portugal, Espanha e o Brasil. Esta, por sua vez, é uma Associação de fiéis leigos com reconhecimento canônico em diversas dioceses pelo mundo. Foi fundada em 1945, por dom Gerard Lafond OSB, canonicamente erigida oficialmente na cripta da Catedral de Chartres, na França, em 1965. Sua espiritualidade é voltada a adaptação do espirito cavaleiresco aos dias atuais, sendo uma associação regular (por ter uma regra própria) e militante. Sua espiritualidade bebe das fontes da Tradição, de maneira especial, do espírito de São Bento (pai do monaquismo ocidental), São Bernardo de Claraval (com a contribuição deste para a cavalaria) e São Luiz Maria Grignon de Montfort (da onde a marcada espiritualidade mariana, devendo os seus membros consagrarem-se à Nossa Senhora).

São objetivos da Academia, ainda segundo sua Constituição:

– Ajudar na santificação de seus membros, desenvolvendo práticas de piedade pessoais e, quiçá, comunitárias, ainda que sempre apenas sugeridas;

– Primar pela fidelidade às normas litúrgicas, ecoando o Magistério da Igreja e os bons estudos sobre a Santa Liturgia;

– Divulgar a Santa Liturgia bem celebrada nos diversos meios e das diversas formas possíveis; – Ajudar no estudo sobre a Santa Liturgia o mais possível, por meio de artigos, vídeos, palestras, encontros e livros;

– Desenvolver uma rede de pessoas, nos diversos meios (virtuais e reais), para o estudo, promoção e divulgação da Santa Liturgia;

– Desmistificar pontos considerados complexos e controversos na Liturgia, como o uso do latim, a celebração versus Deum e a o rito da Santa Missa em sua Forma Mais Antiga (Usus Antiquior);

– Estudar e difundir a obra do grande papa Bento XVI nas diversas áreas que este desenvolveu seus estudos, mas notadamente o foco será na Sagrada Liturgia. Pela Academia ser, em si, uma homenagem a este papa, a divulgação e estudo do legado de Bento XVI deve ser entendido como uma meta principal da Academia.

 

%d bloggers like this: